Agenda Brasília (quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019)

Compartilhe:

 

Tivemos hoje no nosso gabinete, uma reunião com o coordenador do Sistema do Portal do Senado Federal nos orientando sobre uso da internet e todas as ferramentas disponíveis no Senado e colocando sobre as grandes aberturas para uso do Sistema nosso gabinete, falou também sobre uso do Facebook e de outras plataformas de redes sociais, foi uma aula que ele nos deu.

Utilizei a tribuna da Casa para falar sobre os índios Uru-eu-wau-wau. Fiz uma alerta ao Governo Federal no sentido de evitar tragédias. Com tantas tragédias que existem, para não falar que a gente não avisou sobre a ocupação das reservas, por grileiros na reserva dos índios Uru-eu-wau-wau, lá na nossa região, uma reserva muito grande, muito importante, uma reserva que beneficia não só Rondônia, como o Brasil e o mundo, devido a sua extensão e a produção de carbono e sequestro de Co2. Adverti que, se o Governo não fizer nada, vai ter muita morte, vai ser um escândalo nacional. Vai ser uma desmoralização para o Brasil, mais uma vez, uma tragédia que pode ser evitada.

Recebi a visita do Araújo. Homem muito ético, decente, conterrâneo meu do Estado do Tocantins, da cidade de Pium, que hoje é Prefeito eleito da Cidade de Pimenta Bueno, cheio de ideias voltadas para o esporte, lazer, recreação, para espaços públicos decentes para a comunidade, isso que ele veio nos solicitar.

 

Os vereadores Adão e Genésio, de Espigão do Oeste, vieram trazer reivindicações da Prefeitura na área da saúde. Alguns pedidos para asfaltamento de bairros. O Genésio trabalha em um bairro há muitos anos, e ele tem, acho que seis mandatos, é um vereador popularíssimo, um homem assistencialista. Ele quer continuar esse trabalho. O Adão também é um grande amigo. Muito trabalhador.

Teve comigo também o Jarley, secretário de Finanças de Alta Floresta, ele veio pedir apoio para a construção de uma prefeitura lindíssima lá. Deixamos assinalado essa possibilidade, que é muita coisa, e a gente tem que ir selecionando no decorrer do tempo.

Antes, estive na liderança do MDB, fiquei por 40 minutos conversando com o nosso líder Eduardo Braga (MDB) do Amazonas. Nós aproveitamos o tempo livre pra matar a saudade, pra jogar conversa fora; essa conversa informal é muito importante pra estabelecer vínculos de amizade com uma pessoa tão experiente, tão querida, tão popular.

 

Fotos: Agência Senado e assessoria

Compartilhe: