Agenda em Brasília (quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019)

Compartilhe:

Eu e o Lúcio Mosquini fizemos uma parceria para ajudar os Institutos Federais de Rondônia. Nós vamos viabilizar a implantação do instituto de São Miguel do Guaporé, reforçar o instituto de Jaru, no sentido de conseguir o curso de zootecnia, e melhorar a estrutura do Estado de Rondônia como um todo. E hoje, juntamente com o reitor do IFRO, Uberlando Tiburtino, nos reunimos com o ministro da Educação, Ricardo Velez e o secretário de Ensino Tecnológico do MEC, Alexsandro Ferreira, para tratar desses assuntos. Ficamos satisfeitos com esta primeira audiência. O ministro demonstrou sensibilidade e muita cordialidade com a nossa presença.

Fiquei muito honrado com a visita do presidente da Assembleia legislativa de Rondônia, Laerte Gomes.  Me senti lisonjeado, muito prestigiado. O Laerte é um deputado que eu sempre admirei muito. Eu o considero um amigo. Conversamos bastante. Uma hora de conversa.  Uma hora de bate papo. Falamos sobre tudo. Me coloquei à disposição dele. Somos parceiros. E ele também se colocou à disposição, então vamos trabalhar juntos, eu vou estar sempre lá na Assembleia com os deputados. Para mim foi muito honrosa a sua presença em meu gabinete.

 

 

 Santa Luzia é uma cidade pequena, fica na região da Zona da Mata. E o prefeito de lá é  Nelson do Posto,   muito meu amigo. É o terceiro mandato dele, muito experiente, muito humilde. O município está  bem organizadinho, muito arrumadinho, então o que ele precisa mesmo é custeio para saúde e educação, e  é minha área. O vereador Edivar e a Patrícia, secretária de Saúde do município também participaram do nosso bate papo. Fiquei muito contente com a visita deles.

 

 

Recebi os senhores Eldes Souza, Nélio Alencar e Denilson Rodrigues, do Crea e Confeas de Rondônia. Organizações da área de engenharia e arquitetura, que vieram pedir apoio para um projeto de lei que está sendo desarquivado, que cria a arquitetura e a engenharia como carreiras típicas de Estado. Mas isso vai para um grande debate na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), eu já assinei o requerimento pra desarquivar, já dei a minha colaboração inicial.

 

 

Os senhores Henrique Pimentel e Flávio Marques, da Fundação Lemann, estiveram comigo hoje. A Fundação Lemann é uma instituição muito interessante, sem fins lucrativos, do grande empresário, Jorge Paulo Lemann, dono do grupo das grandes cervejas, das Lojas Americanas, de um grupo internacional muito forte, e que tem essa Fundação de apoio a educação e a tecnologia educacional.  Eles vieram aqui, porque nós estamos apresentando um projeto de lei, “Educação Conectada”, e eles vieram verificar nossa expectativa, e o que poderiam nos ajudar.

 

A Fapero é uma Fundação de Amparo à Pesquisa, e o Leandro é o novo-diretor presidente, nomeado agora. Um menino que foi selecionado por edital, no nosso governo. Preparado, tem doutorado. Trabalhou na Universidade de Rondônia, veio de São Paulo.  Estou muito feliz com ele. Está cheio de ideias grandiosas para Rondônia na área das telecomunicações, na área da pesquisa científica, na área dos laboratórios de ciências para as escolas. Tem essa visão abrangente de formação da base do cientista. Me coloquei à disposição e vou trabalhar para ajuda-lo, porque faz parte do meu elenco de prioridades que é justamente a pesquisa científica.

 

O Domingues Júnior, Eduardo Correa e o Sandro Bardote vieram me apresentar um projeto de um programa já instalado e definido em plataforma chamado em Tesouro Verde, é um recurso de fundos de captação de empresas para financiar a certificação de florestas e também pagar serviços ambientais para as políticas sustentáveis na Amazônia. Já é uma realidade, embora seja poucas empresas ainda investindo, mas já é algo real que pode ser divulgado com uma certificação e um negócio garantido para os compradores desses títulos. A ideia é a preservação e transformar a floresta num ativo financeiro.

 

Noite muito especial de reencontro entre amigos que buscam sempre o melhor pra o nosso amado estado de Rondônia. Na pauta, a preocupação comum com o aumento da energia elétrica, a recém lançada proposta do Governo para a reforma da previdência e, claro, muitos projetos, lançando sempre o olhar para o futuro e preocupação em fazer do nosso, um mundo um pouco melhor para essa e para as futuras gerações. Na foto com a amiga, Gisele Furtado.
Compartilhe: