Ciclone no céu de Novo Plano (poema)

Compartilhe:

Se dia ou noite

Novo Plano no céu  escurece

O sol se reverbera

Esconde

Foi ontem

Palmeiras negras enfileiras

Dormem as vidas

Nos teus braços

Eu sou Novo Plano

Os enigmas de sóis infinitos

Eu não sei

Sou o centro deste ciclone

de cores

Que superam palavras

Incrivelmente ditas

 

Compartilhe: