Parece que o cão está subindo a grota. E quem não inovar será engolido pelo cão. É tanta coisa nova, que vem chegando em nossas vidas, que fico de cabelo em pé. Cabelo em pé em sonhos, está aí, a inovação – a peruca. Que pode resolver o meu problema. A grosso modo, inovar é fazer algo novo. É criar tecnologia para resolver problemas simples ou complexos. Precisamos inovar para melhorar a vida das pessoas e isso não é tão difícil e e nem tão caro.

Muitas vezes é só mudar a forma tradicional de pensar. Alguns confundem  tecnologia com TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação), mas, tecnologia é muito mais que isto: – é a ciência da técnica. Do uso do arado até a dessalinização da água do mar. Eu quero chegar com este post, fazendo uma relação entre INOVAÇÃO e o desenvolvimento do nosso Estado. Nós precisamos de técnicas  que nos torne mais competitivos e técnicas inovadoras como essa fazem toda a diferença na corrida na maior produtividade.

A inovação pode ser estimulada nas escolas. E também é um papel importante nas empresas, ora praticando novas ideias, ora financiando jovens a pesquisarem determinados projetos. Governo, iniciativa privada, universidades e fundações de incentivo à pesquisa devem, aqui no Brasil, tirarem os pés do chão. A EMBRAPA  pratica no seu dia a dia a pesquisa inovadora na agricultura e na pecuária brasileira. Está aí o sucesso do agronegócio no Brasil.

Vivemos um novo momento na história mundial. A tecnologia domina. Quem tem tecnologia tem a riqueza. Tem a chave da prosperidade. E consequentemente, muitos projetos inovadores fazendo imensa diferença.

Vamos incentivar o Prêmio Boas Ideias, que este ano, toda a população poderá participar. Antes, eram somente funcionários públicos estaduais. As boas ideias se colocadas em prática podem trazer imensos resultados positivos. Ensinar a pensar.

Estamos investindo pesado na INFOPARTY (feira de tecnologia),  palestrantes, expositores de renome internacional,  para estimular a nossa juventude à pesquisa e a inovação. Principalmente os estudantes. Será um ambiente em que se respira inovação, ciência e tecnologia.

(autoria – Rosana (SEAE) e Confúcio)

COMPARTILHAR