SONHO E VIAGEM

Bença, madrinha Lindaura. Era assim os meus costumes. Madrinha Lindaura já morreu. Padrinho Henrique também. Para batizar um filho, os pais escolhiam amigos na cidade....

PEDRÃO – O homem do basquete

Pedrão gosta do basquete. Parece que nasceu com este dom. Aprendeu com a vida e o seu tino próprio de liderar. Tem mais uma -...

O MÉDICO DO IMPOSSÍVEL

Ariquemes era uma vila pequena. Cerca de 1500 habitantes, casebres de madeira, lado a lado da estrada de chão, que se chamava BR 364,...

SEU RUTE

Ano de 1975 e mais outros seguintes. O encarregado da Basevi se chamava Rute. Era seu Rute pra lá e pra cá. Era o...

CORAÇÃO DE LEÃO

Coração de leão, coração de leão, só sabe dizer não. É assim que ele é, o homem coberto de armaduras.  Nem sei se tem coração,...

POEMA – A GRANDE MUDANÇA

02 de agosto de 2005 (CONFUCIO MOURA) Começaria pelas portas que ficariam abertas. Para que o vento arejasse as almas E tudo seria esculpido sem pressa na...