Confúcio Moura
Médico, escritor, cronista
educador e apaixonado por Rondônia

Vivência de 48 anos

São histórias. Todo mundo tem as suas. Hoje, vou contar para vocês sobre o meu casamento, e dois anos depois a nossa maior aventura. De mudarmos para uma cidade imaginária. Num lugar chamado Território Federal de Rondônia. Como nos filmes de ficção. E vamos lá.

MEDITAÇÃO DIFERENTE

Há cerca de dez anos para cá, pouco a pouco, fui criando um rito na vida. O de tomar uma dose de uísque no sábado às 16 h. Em ponto. Na atividade pública, sempre chegava em casa no sábado. Como sempre residi em Ariquemes, Alice e eu, tirávamos este dia para o convívio e cuidar das coisas da gente. Coisas da gente – são pagar contas, conversar, arrumar alguma gaveta, mexer nas plantas do quintal. Foi sempre assim.