Confúcio Moura
Médico, escritor, cronista
educador e apaixonado por Rondônia

Vivência de 48 anos

São histórias. Todo mundo tem as suas. Hoje, vou contar para vocês sobre o meu casamento, e dois anos depois a nossa maior aventura. De mudarmos para uma cidade imaginária. Num lugar chamado Território Federal de Rondônia. Como nos filmes de ficção. E vamos lá.

Politicagem

É sempre assim, aqui no Brasil, mal termina uma eleição e já se pensa na próxima. E grande parte do tempo ocupado, na arte da futricagem. Fica imaginando o que seria do Brasil se não tivessem as eleições, grande parte do povo ficaria sem motivo, até de existir. Pompílio Diniz, poeta nordestino, retratou muito bem, […]

A receita de bolo para o Brasil

Não há receita de bolo, pronta e acabada, para que o nosso país possa crescer e ao mesmo tempo ser justo. São tantas as nossas carências, são tantas as nossas crises. Crises grandes, crises pequenas, crises palacianas, crises nas ruas. São tantas. Não poderemos atacar todas ao mesmo tempo. Só uma. Que seja irradiadora dos […]

Os poderes da República

Os três poderes da República devem ser independentes e harmônicos. Não tem esta de um poder querer exercer domínio sobre o outro.  Como se diz, “pôr focinheira” no outro. Se fizer assim, perde o real sentido do que venha ser, o equilíbrio entre eles. Cada um deve cumprir a sua tarefa. Como no Brasil o […]

Henrique Meireles (trechinho)

“Ainda não dá para se prever os desdobramentos da pandemia. A saída da crise depende da evolução da doença. Não adianta dizer que o combate à pandemia é o que traz problema econômico. O país está em pandemia, e, em consequência disso, temos uma crise econômica por todas as razões. Principalmente, proteção da vida, seja […]

COVID-19 (tirinha do relatório final)

Deve ser ponderado que o fim do estado de calamidade não representa o fim da crise sanitária, econômica e social em decorrência da pandemia de Covid-19. Mesmo antes desse caos na Saúde, o Brasil já apresentava situação fiscal bem delicada. Assim, os desafios já existentes foram ampliados, e agora é necessário gerir e reduzir a […]

Cartinha aos novos prefeitos

Meu caro prefeito, que pode ser homem ou mulher, meu caro, minha cara, o foco do que se pode fazer, pode ser a bendita folha de salários. Os seus vivos e os seus mortos. Os seus inativos. É isso aí, concentrar-se neste ponto, quem sabe, deverá ser sua grande obra.