Confúcio Moura
Médico, escritor, cronista
educador e apaixonado por Rondônia

Teimosa paixão

Há tantas palavras em teus olhos que é anulado o silêncio insistente em tua boca. Que teimosa paixão adentra meu peito! Colecionadora de ilusões atrozes, dona de infundado sentimento ! Confesso aquilo que já não cabe no peito, agora transcendental e lúdico. Não me curte ilusões doces até que as possa incorporar. Estava flutuante até […]

Amargurado

Ah, o amargurado da vida! Finge tudo! Finge não ver a beleza, ignora o talento, engole elogios… Elogiar? Não! Elogiar é algo que dói na alma e na existência do amargurado. E que vida! Ele detesta, culpa todo mundo. Grita que se não foi bom o suficiente ninguém será.  Do outro lado da rua, ri […]

O vazio do ego

Eu não gosto das pessoas pelo dinheiro que elas têm, nem pela profissão que elas exercem. Intimamente falando, nada disso me impressiona! Sento até no chão pra escutar uma boa conversa e tomo qualquer café (até o mais adocicado que detesto) se a companhia for agradável! Não suporto gente ” estrelinha” que se sente superior. […]

Intensidade – Poema

A intensidade é algo que machuca o intenso e quem está ao seu redor. Intensidade é fogo e fogo queima , não é algo que se possa dosar. Nem todos estão acostumados com as chamas , então mais fácil que regular o fogo é apagá-lo. Está aí a grande explicação do universo particular que de […]