Confúcio Moura
Médico, escritor, cronista
educador e apaixonado por Rondônia

Caminhos

Sei que há infinitos caminhos onde possa colocar sentimentos nos trilhos, mas não sei e nem faço ideia qual seja o destino final para cada um deles… Nos mais incontáveis cafés que alguém possa tomar soam histórias, por vezes muito boas, por vezes muito tristes. Tem sempre um caminho para qualquer lugar com uma pequena […]

A psicologia da cidade de Guajará-Mirim

Esta crônica foi escrita em 7 de dezembro de 2019. Estamos em junho de 2021. 1 ano e meio atrás. Simão Sessim e Canduri – citados, infelizmente, já faleceram. Basta seguir – na cidade, as palavras do Oliveira e recuperar o sentimento de orgulho da Pérola do Mamoré, de tanto fausto). São quatro e meia […]

Faixa de Gaza

Se você me fizer duas perguntas sobre os motivos dos conflitos (guerra) entre Israel e a Palestina, eu juro de pé junto, que não saberei responder. Eu só limito a observar os mísseis voando no ar, de um lado para outro, parecendo cometas ou flechas de foto. Pelo que vejo, Israel tem um poderio militar […]

Cici – Um bom camarada

Quem quisesse sair da fossa, dor de cotovelo, era só conversar com Cici. Seu nome era Alci Araújo. Pelo nome ninguém o conhecia. Montou o primeiro hotel da Vila de Ariquemes, todo de madeira e coberto de telha de amianto. Dois andares. O cliente que entrasse a noite no hotel acordava quem já estava no […]

Tantas coisas a fazer

No Brasil tem tantas coisas que teremos que fazer, mesmo se não tivesse pandemia nenhuma. A pandemia veio para meter medo na gente. Agoniar. E ficamos imaginando que depois dela tudo será diferente. Não é bem assim. Vamos encher a nossa sala de bolas numeradas. Cada bola representa um problema (crise) que teremos que resolver. […]

Seu Carlos – parteiro à moda antiga

Seu Carlos foi enfermeiro na Vila de Ariquemes. Veio com a leva dos amigos, soldados da borracha, para serviços gerais de saúde. Ficou pelos seringais por anos a fio e depois pegou um emprego federal de “enfermeiro”, quando não se fazia diferença nenhuma entre as categorias. E foi aprendendo com a necessidade de cada dia, […]

21, do 21, do 21

Estou escrevendo este “post” ainda no entardecer do dia 21 de janeiro. Recebi de uma colega este tropel de datas coincidentes: – 21 de janeiro, do ano 21, no século 21  (XXI). E daqui a pouco, às 21 horas e 21 minutos irei comemorar esta ritmada data, com um tim-tim de taças, com um vinho […]

Reformar para sobreviver

Não precisa ser nenhum especialista em direito tributário, para saber que é preciso arrumar o inferno dos impostos no Brasil. Falo inferno porque é inferno mesmo. Creio que não exista no mundo, ninguém entendido em cobrança de impostos, que possa justificar o modelo brasileiro. E como este “salve-se quem puder”, chegamos ao ponto, que os […]