Agro-te (poesia)

quero engarranchar em tuas pernas

me atracar no teu corpo

com unhas e dentes

encravar no teu peito

como um tamanduá bandeira

e depois

comer todas as formigas do teu corpo

 

Autora – Izabel Teixeira (Cacoal)

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *